Consumo de Vitamina D e sistema imunológico

Consumo de Vitamina D e sistema imunológico

Muito tem se falado sobre a vitamina D na prevenção e controle do coronavírus. Isso se deve por conta de um estudo de cientistas da Universidade de Turim, na Itália, onde constatou-se que muitos pacientes internados por conta do novo coronavírus apresentavam baixos níveis de vitamina D. É importante ressaltar que idosos são mais suscetíveis à deficiência da vitamina D devido ao baixo consumo de alimentos protéicos e a baixa exposição ao sol. Será que essa foi a população estudada?
De acordo com os pesquisadores, a vitamina D não seria capaz de impedir a infecção pelo vírus, mas, como atua modulando a reação do sistema imunológico, poderia fazer com que a doença não se agravasse.
Mas, isso não é motivo para que você corra até a farmácia, compre um estoque de vitamina D e comece a suplementa-la sem nenhuma orientação.
A vitamina D é considerada um hormônio, já que o nosso corpo é capaz de sintetizá-la, bastando para isso consumi-la através da alimentação e tomando 15 minutos de sol ao dia – preferencialmente entre 10 e 16 horas – sem filtro solar.
Durante a quarentena esse sol pode ser tomado da varanda ou da janela da sua casa e o consumo dos alimentos fontes de vitamina D deve ser reforçado. Veja o que consumir: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
❇️ Sardinha e atum em lata: prática, a sardinha e o atum enlatados são uma das principais fontes de vitamina D vindas da alimentação.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
❇️ Fígado de boi: embora essa parte do boi não seja apreciada por alguns, é uma excelente fonte da vitamina.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
❇️ Ovos: se possível, prefira o ovo caipira  que costuma ter uma maior quantidade de nutrientes devido a forma de criação das galinhas. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
❇️ Manteiga: prefira consumi-la em temperatura ambiente, já que o aquecimento diminui a biodisponibilidade das vitaminas. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
❇️ Iogurte: prefira as versões desnatadas e zero açúcar. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
E força para o seu sistema imunológico! 💪💪💪

Dra. Adriana Rodrigues Mateus Caiafa
Nutricionista – CRN 36031