Como a natação pode ajudar crianças asmáticas?

Como a natação pode ajudar crianças asmáticas?

A natação traz inúmeros benefícios para a saúde de pessoas de todas as idades, mas você sabia que ela

é particularmente muito eficaz como auxiliar no tratamento de crianças asmáticas?

A OMS estima que cerca de 20% das crianças brasileiras sofram com asma, distúrbio pulmonar inflamatório recorrente cujos sintomas incluem tosse, falta de ar e chiado no peito. Adultos também podem desenvolver a condição, mas a maior incidência é nos pequenos e, apesar de não as impedir de ter uma vida normal, crises asmáticas são uma das principais causas de hospitalização de crianças e o principal quadro clínico crônico causador de absenteísmo escolar.

Como a natação pode ajudar?

Segundo estudos, crianças que sofrem com asma e praticam a modalidade esportiva com frequência adquirem resistência e melhora em quadros psicológicos e sociais.

Quando o assunto é desenvolvimento infantil, é sempre importante ressaltar que fatores psicossociais influenciam em outros como em nenhum outro momento da vida. Essa contribuição advinda do esporte, por si só, já representa grande vitória para crianças asmáticas, que muitas vezes se sentem marginalizados pelas restrições que lhes são impostas.

A prática devolve, pouco a pouco, por meio da relação instrutor/aluno/outros alunos, o desenvolvimento da autoconfiança e da criatividade, além do equilíbrio emocional e consciência corporal.

Pesquisas também indicam que a aula de natação acarreta melhor eficácia da mecânica respiratória, além do desenvolvimento da resistência do sistema muscular, cardiovascular e expansão pulmonar.

A soma desses fatores pode acarretar em uma diminuição na frequência das crises ou mesmo diminuir sua intensidade, o que só traz melhorias na qualidade de vida do asmático. Natação é sinônimo de saúde, sempre!