Alimentos que comprometem a cintura

Alimentos que comprometem a cintura

Se você está acima do peso a cintura ficará mais rechonchuda, é claro. Mas, muitas vezes, você perde peso, atinge seu peso ideal e o abdômen continua com um volume indesejado. Nesse caso, é importante avaliar sua alimentação e controlar a ingestão de alguns alimentos que podem causar gases, inchaço e um volume que não é de gordura mas que incomoda muito e compromete a sua boa forma.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Veja quais alimentos você deve ter atenção:
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🎈 Vegetais crucíferos: Vegetais como brócolos, couve-flor ou couve de bruxelas contêm rafinose, um tipo de açúcar complexo que o nosso corpo não pode digerir. A rafinose então é fermantada por nossas bactérias intestinais e esse processo pode causar gases e inchaço.
Assados ou cozidos a vapor, estes vegetais tornam-se mais facilmente digeríveis.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
– Alimentos ricos em sódio: Quando comemos alimentos com elevado nível de sal, a reação natural do corpo é fazer retenção de líquidos, o que, por sua vez, provoca inchaço.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
– Cereais refinado: cereais como trigo, centeio, cevada, malte possuem glúten, uma proteína grande que é mais difícil de ser quebrada pelo organismo. Quando consumimos muitos alimentos ricos em glúten, o organismo pode não conseguir quebrar o glúten corretamente e a molécula chega grande ao intestino provocando gases, estufamento e desconforto abdominal.
Além disso, esses cereais contêm frutano, um hidrato de carbono difícil de digerir para algumas pessoas. Ele pode causar sensação de estômago pesado, inchado e desconforto.
Os cereais integrais também possuem essas moléculas, mas como contêm fibras, as fibras ajudam na limpeza do intestino e amenizam esse desconforto.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
– Adoçantes artificiais: Muitas pessoas optam por adoçantes artificiais pelos baixos níveis de calorias justamente para perder gordura e diminuir a circunferência abdominal. Mas, a maioria desses produtos, possui carboidratos não digeríveis que chegam ao nosso intestino intactos e provocam fermentação. Essa fermentação provoca gases e estufamento abdominal.

Dra. Adriana Rodrigues Mateus Caiafa
Nutricionista – CRN 36031